Para que editar um vídeo?


2 min de leitura

Com a proliferação das cameras em diversos dispositivos e a facilidade de postar vídeos na internet, onde pessoas que estão , até mesmo, em outros países podem assistir imediatamente após o vídeo ser postado, surgiu um problema. Como cortar imagens que nós não queremos incluir no vídeo final? E como colocar músicas e efeitos no vídeo? Para resolver esse tipo de problema, temos que editar o vídeo. Mas precisamos saber antes qual o software ideal e aprender a usar.

Durante muito tempo, edição de vídeo era uma coisa para poucos. Gravava-se em fitas, você precisava passar as imagens das fitas para o computador e só depois começar a edição, para depois devolver para uma outra fita.

Os softwares de edição não eram tão fáceis de encontrar e os que estavam no mercado eram caros. O jeito era procurar pessoas ou empresas que fizessem isso profissionalmente.

Pessoas que instalam um app gratuito de edição no smartphone, não podem esperar grande coisa como resultado final. Porém, dependendo do objetivo, isso pode ser o suficiente.

Saber editar significa muito mais que cortar imagens. Hoje o profissional de edição tem que entender o que o espectador quer ver. As pessoas estão sempre com pressa e sem paciência, mesmo quando o assunto interessa.

Hoje tem muitos programas disponíveis que fazem o básico, mas muita gente sempre quer algo com mais recursos. Os softwares de edição com recursos profissionais mais conhecidos são o Adobe Premiere Pro, Avid Media Composer, Final Cut, Sony Vegas entre outros. Mas esses são programas profissionais com muitos recursos e são utilizados para edição de comerciais de tv, filmes, programas de TV, videos para web, etc.

Os profissionais dessa área, utilizam sempre os softwares mais completos, pois hoje temos uma demanda muito grande por vídeos com muita qualidade e dinâmico. As produções de hoje tem o dever de prender a atenção dos espectadores, o que não está fácil. Aí cabe aos roteiristas, diretores, iluminadores, cameraman, atores, enfim os envolvidos na produção, fazerem o seu melhor. Depois na pós-produção, que basicamente é a edição, caberá ao editor dar o melhor de si. Porém não é só a edição que está em ação na pós-produção, também existem pessoas de vfx (efeitos visuais) e sonoplastas (efeitos sonoros e trilhas musicais). Isso é para deixar tudo em condições de veiculação. Mas tudo isso é pensando em TV ou alguma produção mais bem cuidada para a Web. A maioria dos vídeos que assistimos no Youtube são feitos de qualquer jeito pensando só em likes e seguidores.

Para o próprio Youtube, é muito mais interessante assistir um vídeo com uma edição bem feita, com efeitos visuais e sonoros, com uma boa qualidade de imagem, com cores definidas e, é claro, com um bom conteúdo.

Finalizando, devemos mencionar que a profissão de editor de vídeos é muito requisitada e bem remunerada. Entretanto, com as mudanças que ocorrem, tanto em tecnologia quanto nas exigências dos espectadores, é necessário que esse profissional mantenha-se atualizado. Afinal, aprender mais não faz mal nenhum.


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.